26.3.11

Lembra-te de mim - capítulo 2

- Meu, acorda!- ouviu uma voz gritar, reconheceu que era o seu irmão, Matt, de longe mas não queria que aquele sonho acabasse.

Encontrava-se à beira mar, deitado na areia quente e de repente ouviu uma voz feminina atrás de si, Kat. Estava linda como sempre, mas havia algo de novo, o seu brilho aumentara os seus movimentos eram como se ele a visse em camara lenta, compará-la com um anjo era pouco, muito pouco. Ela sorriu-lhe enquanto caminhava, como se dançasse em cada passo e à medida que se aproximava dele, o coração de John batia cada vez depressa e quando estava quase a tocar na sua amada sente um líquido gelado a cair-lhe sobre o rosto como se tivesse debaixo de uma cascata.

Matt já ia a caminho da cozinha para encher o próximo balde até que o seu telemóvel começa a vibrar.

- Matt?- perguntou a mãe.

- Olá mãe. Tu não falhas mesmo.- disse enquanto ria.

- Claro que não, tenho deveres enquanto mãe e vocês enquanto filhos, não acham?- Matt sabia que a mãe estava chateada e demonstrava isso em todas as chamadas.- Quando é que voltam?

- Eu sei mãe, mas tenta perceber. O John está a passar por um mau bocado, aliás mau é pouco para descrever...- esclareceu.

John abrira os olhos poucos minutos depois de levar com a água e dirigiu-se para o duche.

Não conseguia esquecer o sonho, não era bem o sonho, era as saudades...As saudades de Katharyne matavam-no por dentro. Porque é que ela tinha feito aquilo?

Era algo que ele simplesmente não conseguia entender por mais que pensa-se no motivo.Namoravam há quase dois anos, mal a vira tinha-se apaixonado por ela e algo lhe dizia que também se passara com ela, após umas saídas beijaram-se e nesse momento sentiu-se o rapaz mais sortudo do mundo desde então tudo melhorou, tudo correra bem até à duas semanas atrás...

- Ok mãe, não te preocupes, eu consigo.- foi o que ouviu Matt dizer antes deste vir falar com ele. Matt informou-o que ia volta para casa e que ia levá-lo com ele.

- Esquece Matt. Eu não posso voltar, percebes?

- Claro que podes, é a tua casa, porra!

- Não disse que não era, mas voltar...Vê-la...Iria partir-me o coração.- disse John enquanto se voltava para a janela, estava a fazer de tudo para não chorar.

- Ela ama-te John, ela ama-te de verdade!

- Claro, foi por isso que acabou comigo. Esquece Matt!

Matt silenciou-se por uns segundos.

- Diz aos pais que os amo e que tenho saudades deles.- sussurrou John.

- John, olha para mim...

John voltou-se e deparou com o nervosismo de Matt.

- Há algo que tu não sabes...O motivo da Kat ter acabado contigo foi...- John não deixara Matt acabar.

- Deixou de me amar, pura e simplesmente, não precisas de me espetar isso na cara.- gritou e de seguida sentiu tanta raiva de si próprio nas veias que espetou um murro na parede ao seu lado.

Matt aproximou-se dele e agarrou-o pelos ombros.

- Não. Ela está mal, John.- disse olhando-o nos olhos.

- Também eu.- respondeu John.

- Mas ela tem um problema John e não é de amor.- ao ouvir estas palavras John sentiu uma dor na garganta e nesse momento uma lágrima percorreu-lhe o rosto.

- Como assim?

- Ela está muito doente, mano.- disse Matt e abraçou o irmão.

13 comentários:

  1. querida, está linda a historia mas mete paragrafos pq percebesse mal qnd s troca d assunto

    ResponderEliminar
  2. Que lindo! GOstei imenso! Concordo com a Catarina, assim torna se um pouco confuso, mas não deixa de estar lindo! :D Obrigada pelo teu comentário! beijinho!

    ResponderEliminar
  3. Oh *.*
    Segue o conselho da Catarina ;)
    Fico a espera do resto :D

    ResponderEliminar
  4. peço desculpa :s eu não sei como ficou assim pq eu escrevi-o com os paràgrafos mas quando postei ficou assim e já tentei corrigi-lo mas fica sp assim /:

    ResponderEliminar
  5. não pares de escrever!
    amei a história e estou ansiosa pela continuação :'D
    está mesmo linda...estou a seguir*

    ResponderEliminar
  6. hehe! Também podes participar! ;) Eu não me importo nadinha! :p beijinho!

    ResponderEliminar
  7. Oh! Nunca saberás se não participares! :p Agora fora de brincadeiras, tu é que sabes mas acho que sairia o oposto. Beijinho e pensa melhor!

    ResponderEliminar
  8. hehe! Não querendo ser convencida, mas também acho que sim! hehe :p Ainda bem! Fico então à espera! beijinho e obrigada!

    ResponderEliminar
  9. Oh adorei mesmo o teu capitulo +.+
    Beijinho

    ResponderEliminar